Após protestos, vereador retira projeto de lei que muda nome de duna no Abaeté



O vereador Isnard Araújo (PL) retirou o Projeto de Lei nº 411, que propõe a mudança do nome de uma das dunas da Lagoa do Abaeté para Monte Santos Deus Proverá. A decisão foi tomada durante a 2ª Sessão Ordinária, na tarde desta terça-feira (15), após Mãe Jacira de Iansã fazer uso da Tribuna Popular e defender o local cultuado pelo povo de matriz africana. A sessão foi conduzida pelo presidente da Casa, Geraldo Júnior (MDB).


Para o vereador Sílvio Humberto (PSB), a união do povo da religião de matriz africana foi fundamental para a retirada da matéria na Casa.


“A mobilização foi fundamental. O Abaeté é um espaço de todos. Salve o Ebó Coletivo!”, afirmou.

Ao discordar do PL nº 411, o vereador Átila do Congo (Patriota) destacou que “a Lagoa do Abaeté é patrimônio do nosso estado”. Já a vereadora Maria Marighella (PT) observou que o Abaeté é um território que “está sob ataque, com interesse do mercado imobiliário”.


O vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), líder da oposição, observou que “o debate não é uma guerra de religião, e, sim, por ocupação de espaço público”. Conforme o parlamentar, “o Abaeté é o espaço de todas as religiões”.


Já a colega Marta Rodrigues (PT) destacou a coragem de Mãe Jacira de Iansã em comparecer à Câmara, na Tribuna Popular, para defender a religião de matriz africana e o Abaeté.


“Hoje, a flecha de Oxóssi, foi disparada e certeira”, considerou ao relacionar todos os fatos ocorridos, com mobilização pela cidade, e a decisão de Isnard em retirar a matéria. O vereador Tiago Ferreira (PT) também defendeu o povo de matriz africana e parabenizou o colega pela atitude.

Tribuna Popular


Uma ampla defesa do povo de santo e do Abaeté marcou a fala de Mãe Jacira de Iansã, que ocupou a Tribuna Popular da Câmara para pedir a retirada do PL nº 411. Ela considerou a matéria “um absurdo, uma perversidade com o povo de matriz africana”.


A vereadora Laina Crisóstomo (PSOL), do mandato coletivo Pretas por Salvador, ressaltou a importância da fala de Mãe Jacira e destacou que “nós, povo de santo, respeitamos a natureza e queremos preservar as dunas”.

Seinfra


Ainda na sessão, o presidente Geraldo Júnior informou que o secretário municipal Luiz Carlos, de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), apresentará aos vereadores, na próxima terça-feira (22), o projeto da Prefeitura que trata da requalificação das dunas do Abaeté.


Também informou aos vereadores que, por 15 dias, podendo ser prorrogado, a partir da data da publicação de um ato da Presidência, as comissões da Casa serão prorrogadas, uma vez que houve modificação do Regimento Interno que trata do assunto.