Atletas portadores de deficiência participarão da Maratona Salvador


DIVULGAÇÃO

A seis dias da realização, a Maratona Salvador contará também com a participação de corredores com deficiência. A prova ocorrerá no próximo domingo (25), a partir das 5h, com largada no Parque dos Ventos, na Boca do Rio, em percursos de 21km e 42km nas categorias única, cadeira tradicional e triciclo.


Entre os atletas PCDs estão Angelina Nascimento, de 56 anos, atleta cadeirante, vencedora de quatro edições da Maratona Salvador, e José Bonifácio, de 51 anos, atleta PCD visual, ganhador da 3ª edição da competição.

Angelina, ou“Geo”, como é conhecida na região da Barra, na Rua Miguel Bournier, onde trabalha como guardadora de carros da Zona Azul há 32 anos, participará da categoria PCD 42km, o maior percurso da competição.


A atleta, que teve as pernas paralisadas após desenvolver um distúrbio neurológico chamado de polineuropatia, após contato com água de esgoto, encontrou no esporte a força para viver.

Os treinos da competidora são intensivos; de segunda a sexta-feira, a partir das 4h da manhã, percorre em torno de 20 a 25 km por dia, equivalente a 500km por mês – um bate-volta para a cidade de Cipó, no norte baiano, por exemplo. Todo o esforço ajudou a conquistar um currículo de peso e, com isso, é considerada uma das favoritas na categoria.


Além de ter vencido as quatro edições anteriores, ela é tricampeã da Maratona de São Silvestre, em São Paulo, no percurso de 42km. No mês passado, liderou a corrida de Jacobina no percurso de 10km, no tempo de 45 minutos, na disputa com atletas masculinos.


“A corrida representa minha vida. Se não fosse ela, eu não estaria aqui hoje. E peço a todos que pensam que a vida acabou, que não desistam, que possam se encaixar em algum esporte, nunca desista”, aconselha.

Paixão pelo esporte – Participante pela quinta vez da Maratona Salvador, José Bonifácio, conhecido como “Baby Maratonista” na região de Plataforma, também está inscrito na categoria PCD 42km. Nos 22 anos de prática esportiva, já participou de diversas competições no país, como as maratonas do Rio de Janeiro e de São Silvestre.


“Depois que fiz 8km, eu fui correr uma prova de 15 km sem ter preparo, sem ter noção do que era corrida e consegui ficar em 15º no geral. Então, fiquei ansioso e descobri essa paixão, não pela competição em si, mas pelo esporte”, relata o atleta.

Atualmente, José Bonifácio vive apenas do atletismo. A baixa visão, descoberta através do alerta de uma professora à sua mãe, não o impediu de praticar o esporte, que trouxe para ele uma lição de vida e superação.


“Graças a Deus, a baixa visão não agravou para uma cegueira total. Através do esporte eu consegui melhorar bastante, me ajuda muito, é minha sobrevivência. Eu me sinto em uma segunda família nas corridas que participo”, comenta.

Pandemia – A maratona não ocorreu nos últimos dois anos em razão da pandemia da Covid-19, o que acabou afetando os atletas, principalmente a rotina de treinos e o psicológico, como ocorreu com dona Angelina.


“Mexeu muito com a minha mente. Fiquei um pouco afastada do meu trabalho, treinava pouco. Eu sou uma pessoa que gosta de falar com as pessoas, eu sou do público, e fiquei presa em casa”, diz emocionada.

No caso de José Bonifácio, não foi diferente. Como a renda vem apenas do esporte, os efeitos da pandemia foram maiores.


“Tomei muito baque na questão financeira. Eu tenho gastos para treinar, para me preparar nas provas, e veio a pandemia e me prejudicou. Agora é retomar”, relata o competidor.

Realização – A Maratona Salvador é uma realização da Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), Secretaria de Promoção Social de Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), em parceria com a Federação de Atletismo (FBA). O evento conta com a parceria do Shopping da Bahia, Mater Dei - Hospital Salvador, Sicoob, Guebor e Accor - Live Limitless, além do apoio institucional da UCI Orient de Lux, Alô Alô Bahia e Jornal Correio.


A expectativa é de que 5 mil atletas participem desta edição, que terá também as modalidades 5K e 10K, além de 21K (meia maratona) e 41K (maratona). A premiação total é de mais de R$190 mil.

Além da corrida, haverá também shows de Negra Cor e Olodum, FitDance, Rixô Elétrico, A Mulherada e Boteco Elétrico. A fim de reduzir os impactos ambientais dos resíduos e fomentar a economia circular, a Maratona Salvador contará com operação especial da Limpurb durante toda a prova, em parceria com a Cooperbar, para coleta dos resíduos de plásticos gerados no circuito do evento, assim como a sua utilização no processo de reciclagem. Também será realizado o inventário de emissões de CO², por meio da Concessionária BATTRE, operadora dos serviços e operações do Aterro Metropolitano Centro.