BANNER WEB - 970x250px - EDUCAÇÃO QUE TRANSFORMA.png

Câmara de Salvador vai debater retomada do Carnaval no pós-pandemia


Arquivo Jornal CORREIO

A Câmara Municipal de Salvador vai debater na próxima quarta-feira (4), às 10h, a retomada do Carnaval no Brasil no pós-pandemia. Com convidados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, além de Salvador, o Webinar irá debater o Carnaval em todo o país.


O evento acontecerá por meio da plataforma Zoom. As inscrições limitadas podem ser realizadas através do e-mail claudiotinoco@cms.ba.gov.br com o assunto “Inscrição Webinar”. A transmissão do evento através da TV Câmara (canal aberto 12.3) será realizada na quinta-feira (5), às 18h.


O encontro contará com a presença de Alexandre Modonezi, secretário das Subprefeituras da cidade de São Paulo; Isaac Edington, presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur); André Brasileiro, gerente de Ação Cultural da Fundarpe (PE); Rita Fernandes, presidente da Sebastiana (RJ); e Waldner Bernardo, diretor regional da Associação Brasileira de Produtores de Eventos (Abrape) e membro do Contur-PE.


Carnaval no Brasil

Na sexta-feira (30), o prefeito Bruno Reis anunciou que o planejamento do Carnaval e também do Réveillon já foram elaborados pela Prefeitura de Salvador e que, assim que os números permitirem, o cronograma será divulgado pelo Executivo.


No Rio de Janeiro, no início do mês de julho, a prefeitura e a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) assinaram um contrato autorizando o uso da Av. Marquês de Sapucaí (Sambódromo) para a realização dos desfiles das escolas de samba nos próximos quatro anos. Na ocasião, o secretário de Saúde da cidade confirmou a previsão de ter a folia.


Na cidade de São Paulo, o prefeito instituiu a criação de uma comissão para organização de eventos festivos na cidade. A comissão é presidida por Alexandre Modonezi, secretário que integrará o Webinar.


O prefeito de Recife, João Campos, afirmou que deseja fazer “um grande Carnaval”, mas “quem vai ditar se pode ou não ter Carnaval são as autoridades sanitárias”.


A Prefeitura de Olinda afirmou estar observando o avanço da vacinação em todo o Brasil e que, apesar da vontade de realizar mais uma edição do Carnaval, o atual cenário não permite certezas, mas que a gestão está trabalhando com a hipótese de realização da festa.