top of page

Daniela Mercury retoma Pôr do Som no Festival Virada Salvador


Fotos: Jefferson Peixoto/ Secom


O tradicional Pôr do Som, comandado pela cantora Daniela Mercury, voltou com tudo ao Festival Virada Salvador, na Boca do Rio, incendiando a plateia na última noite de festa na arena que leva o nome dela.


O projeto, idealizado pela artista há 23 anos, trouxe ao público, neste domingo (1°), todas as boas vibrações e axé para o ano que se inicia.

A artista se emocionou com a retomada da apresentação depois de dois anos de suspensão pela pandemia de Covid-19.


“É um retorno muito simbólico, que dá a sensação de volta à rotina do verão da Bahia. O Pôr do Som é o show que mais amo fazer”, afirmou.


A apresentação teve início com a música "As Rendas do Mar", que reverencia Iemanjá, seguida por "Mulheres do Mundo", que traz referências ao empoderamento feminino, e o "Swing da Cor", um dos hits mais famosos da carreira da artista, que já ultrapassa três décadas de sucesso.


A engenheira civil Milena Carvalho, de 52 anos, elogia a longevidade e a manutenção da qualidade artística e da performance sempre inovadora da cantora.


"Daniela é a nossa rainha da música e um dos pilares do axé, da MPB. Ela é sempre atemporal e espalha nossa cultura, africanidade no mundo afora. Não via a hora de vê-la de volta aos palcos do festival".

Para o contador Roberto Macedo, 62, a Rainha Má é uma artista completa.


"Tem voz, coreografia. As músicas delas sempre trazem uma mensagem, um sentido. Viva Daniela, viva a música baiana".

O Festival Virada Salvador 2023 ainda terá nesta noite Saulo, Danniel Vieira e Timbalada.

bottom of page