Edivan Fulni-ô encerra programação artística do projeto Asé Orin no dia 22 de maio

A apresentação virtual, transmitida pelo youtube, enaltece as raízes da música brasileira e indigena

Com a missão de valorizar as sonoridades das culturas negra e indígena, Edivan Fulni-ô sobe ao palco, neste sábado, 22, para encerrar o projeto Asè Orin – Rede AfroIndígena de Música Soteropolitana. Cantor e compositor indígena da etnia Fulni-ô de Pernambuco, Edivan, nasceu em Salvador e viveu maior parte da sua vida entre os Pataxós do sul da Bahia. Ele traz nas composições a realidade dos povos nativos no contexto urbano, propondo a quem se permite o resgate da identidade e memória, promovendo a quebra dos estereótipos criados sobre a figura do indígena.

Para o show, Edivan Fulni-ô promete animar o público com uma experiência única, que vai além da sonora e visual, com um mergulho em vários estilos musicais, do pop rock ao eletrônico, sem perder a identidade indígena. Asè Orin foi contemplado pelo Prêmio Anselmo Serrat de Linguagens Artísticas , da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos oriundos da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Encerramento:

22/05 – Ofá, Mayale Pitanga, Marcola Bituca e Edivan Fulni-ô

Serviço

O Quê: Asè Orin – Rede AfroIndígena de Música Soteropolitana

Quando: 13 a 22 de maio, sempre às 19h

Onde: Transmissão Online pelos perfis do Instagram (@ase.orin) e Youtube

(https://www.youtube.com/channel/UC9eDGi13FjQw1jCeGDFrVlQ/featured)