Entrega de contenção de encostas leva tranqüilidade a centenas de famílias em São Marcos

As centenas de casas das famílias que vivem nas encostas que circulam a Rua Rosalvo Silva, em São Marcos, não correm mais riscos de deslizamento de terra, após as obras de contenção entregues pelo governador Rui Costa e pelo secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado, Nelson Pelegrino, na manhã desta quarta-feira (14). A intervenção teve investimento da ordem de R$ 2,3 milhões e faz parte do Programa de Prevenção de Desastres Naturais do Governo do Estado.

Rui observou que as chuvas fortes em Salvador já começaram no início desta semana. “Aqui as pessoas fizeram suas casas com muito esforço, com muito sacrifício. Quem vive aqui sabe que em época de chuva as pessoas ficavam sobressaltadas, com medo, e a gente vê o pânico de algumas famílias em regiões que ainda não têm essa proteção. Nós já temos três ou quatro obras prontas, essa é a primeira desta semana que nós vamos entregar. O trabalho continua”, afirmou o governador.

O secretário da Sedur, Nelson Pelegrino, destacou que contenção de encostas são obras que salvam vidas. “É com muita satisfação que nós estamos aqui com o governador Rui Costa entregando este investimento de R$ 2,3 milhões do Governo do Estado. Salvador e Região Metropolitana, hoje, são objetos do maior programa de encostas da história da Bahia. São 212 milhões investidos em 112 localidades de Salvador e Candeias. É o maior programa de encostas da história de Salvador”.

As obras trazem tranqüilidades para famílias como a de Ronaldo Santos, que mora há 45 anos na localidade e já passou por tragédias na família em época de chuva. “Eu já perdi membros da minha família com deslizamento de terra, perdi um irmão e um sobrinho meu, entres queridos. E agradeço a Deus e ao governador que fez essa melhoria para a nossa comunidade”.

Histórico

O Programa de Prevenção de Desastres Naturais do Governo do Estado já concluiu em 2021, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), as obras de estabilização de encostas em seis localidades, totalizando 66 contenções já realizadas em Salvador pelo órgão, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), e mais três no município de Candeias.

Foram captados recursos na ordem de R$ 156 milhões do PAC – Prevenção de Desastres Naturais do Governo Federal para a construção de contenções em 98 pontos considerados de risco alto e muito alto – conforme classificação do plano diretor da capital baiana para as áreas mais suscetíveis à deslizamentos. Os benefícios foram estendidos para outros 14 locais vulneráveis, sendo 3 em Candeias e 11 em Salvador, onde estão sendo investidos mais R$ 56 milhões.

Próximas entregas

As próximas entregas serão em 22 áreas como em Praia Grande, São Marcos, IAPI, Narandiba, Mont Serrat, Boa Vista de São Caetano e Boa Vista do Lobato, entre outros. Os serviços de estabilização estão em andamento. Em sete dessas localidades as obras já estão em ritmo acelerado com mais de 50% de trabalho realizado: Lobato, São Caetano, Calçada, Alto do Cabrito e Cidade Nova. Em outros 21 pontos as atividades estão próximas de serem iniciadas, como nos bairros de Macaúbas, Barbalho, Campinas de Brotas, Federação, Pau Miúdo, Cidade Nova e Marechal Rondon.