EUA anunciam morte do líder do Estado Islâmico em ataque na Síria


Foto: Reprodução

O governo dos EUA anunciou a morte do comandante do grupo extremista Estado Islâmico, Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurayshi, na madrugada desta quinta-feira (3), em um ataque de suas forças especiais em Atmeh, no Noroeste da Síria. A ação é considerada o mais duro golpe na organização terrorista desde a operação que matou o antigo líder da organização, Abu Bakr al-Baghdadi, em outubro de 2019.


Também conhecido como Amir Mohammed Abdul Rahman al-Mawli al-Salbi, al-Qurayshi, nascido no Iraque, assumiu o comando do Estado Islâmico dias depois da morte de al-Baghdadi, alvo de um ataque dos EUA na Síria.

Inicialmente visto como ilegítimo por alguns dos apoiadores do grupo, e com poucas aparições públicas, o agora ex-comandante extremista foi um dos responsáveis pelo ressurgimento das atividades da organização no Iraque e na Síria. O governo americano oferecia uma recompensa de US$ 10 milhões por informações que levassem à sua captura.


Em comunicado, o presidente Joe Biden prometeu dar detalhes do ataque ainda hoje.