Feira Origem Week promove produtos gourmet e turismo da Bahia



Foto: Tatiane Azeviche

O chocolate da Costa do Cacau, o café da Chapada Diamantina e o vinho do Vale do São Francisco. Estes e mais uma variedade de produtos gourmet originários de zonas turísticas da Bahia são divulgados na Origem Week, feira de negócios aberta, nesta quinta-feira (9), no Centro de Convenções de Salvador.


O evento reúne 280 marcas, com ênfase na agricultura familiar, além de exposição de artesanato. A feira segue até domingo (12) e tem o apoio do Governo do Estado, por meio das secretarias de Turismo (Setur-BA), de Desenvolvimento Rural (SDR), da Agricultura (Seagri) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

No estande da Setur-BA, o visitante tem a oportunidade de conhecer os atrativos das 13 zonas turísticas do estado, com destaque para o turismo rural. O segmento oferece a vivência no campo, em contato com os costumes e a gastronomia regionais, disponíveis em hotéis-fazenda. A secretaria promove destinos rurais, associados a produtos genuinamente baianos, como queijos, licores e doces, entre outros.


"Acompanhamos a organização desse evento, desde o início, por ele ser uma oportunidade diferenciada para a promoção do nosso turismo, fazendo essa ligação gastronômica com produtos de qualidade, que orgulham os baianos", ressaltou a chefe de gabinete da Setur-BA, Giulliana Brito.

Para o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens, seção Bahia (Abav-BA), Jean Paul Gonze, "essa feira é um incentivo ao turismo regional, porque reúne produtos que representam diversas regiões do estado e precisam ser mais conhecidos pelos baianos, além de atrair gente de fora que ainda não conhece o que a Bahia produz".


A programação da feira inclui também o Festival Internacional Chocolat Salvador e o Salão do Café, com degustação, palestras e rodadas de negócios.


"Criamos um mix de atrações para mostrar a riqueza da produção agropecuária baiana e sua relação com o turismo. A expectativa é de bons resultados, nesses quatro dias de evento, que teve a contribuição fundamental do Governo do Estado para ser confirmado", declarou o organizador da Origem Week, Marco Lessa.