BANNER WEB - 970x250px - EDUCAÇÃO QUE TRANSFORMA.png

Governador Rui Costa participa de solenidades reduzidas do 2 de Julho

As solenidades que todos os anos são realizadas durante todo o dia 2 de Julho, na Lapinha e no Campo Grande, em comemoração à independência da Bahia e do Brasil, se concentraram na manhã desta sexta-feira (2). O governador Rui Costa participou do hasteamento das bandeiras, do acendimento da Pira e depositou flores no busto de general Labatut. Este ano em que se comemoram 198 anos da independência, não houve o tradicional cortejo, para evitar a disseminação do coronavírus.

O governador afirmou que, neste 2 de Julho, tem fé de que a população da Bahia será vacinada o mais rápido possível. “Neste dia que representa a independência da Bahia, eu prefiro reafirmar os valores que nortearam a luta do nosso povo, a determinação em uma busca por melhores condições de vida, por um Brasil independente, que cresça, gere renda e emprego pra população. O Brasil tem força e irá atravessar esse momento difícil, e tenho convicção, que com muito trabalho o Brasil voltará a ser referência no desenvolvimento, na atração de investimento direto e externo, e haveremos de comemorar nos próximos anos. Eu sigo na esperança de vacinar a população o quanto antes, com ansiedade de poder voltar a fazer o desfile do 2 de julho”, afirmou o governador Rui Costa.

Segundo Rui, se a Anvisa aprovar o uso da Sputnik a Bahia terá pelo menos mais 10 milhões de doses para aplicar. “E gente poderia ter 100% da população vacinável, acima de 18 anos, imunizada imediatamente”. O governador destacou que está dialogando com os os prefeitos para a retomada das atividades. “Amanhã eu tenho reunião com os prefeitos da Chapada, e se os números continuarem caindo, ao longo da próxima semana nós juntos vamos anunciar novas medidas de flexibilização e quem sabe, nos próximos dias, o retorno das aulas. Estamos ansiosos para retomar e recuperar o tempo perdido na educação”.