Governo do Estado reforça estratégias de apoio às prefeituras para reconstrução de áreas atingidas


Foto: Elói Corrêa/ GOVBA

Nesta segunda-feira (3), primeiro dia útil do ano, o governador Rui Costa promoveu uma reunião com os secretários na Governadoria, no CAB, para pedir celeridade na reconstrução das áreas atingidas pelas chuvas na Bahia. Ele anunciou ainda a aquisição de máquinas pesadas e reforçou que, entre as prioridades das ações emergenciais, está o cadastramento de pessoas que perderam suas casas e dos comerciantes que terão acesso ao financiamento da Agência de Fomento do Estado (Desenbahia). O objetivo agora é fazer com que a execução dos projetos comece o mais rápido possível.


O governador solicitou o levantamento do nome, CPF e do endereço das pessoas que perderam seus pertences por causa dos temporais e determinou rapidez na distribuição de fogões e geladeiras. Famílias de Itamaraju já foram beneficiadas com essa ação do Governo do Estado. Lá as famílias receberam ainda botijões de gás. Nesta terça-feira (4) será a vez dos moradores de Vereda receberem os eletrodomésticos.

Outra determinação do governador é que sejam compradas máquinas pesadas para o trabalho de limpeza e reconstrução das cidades e estradas. Serão adquiridos 15 rolos, 20 motoniveladoras, 15 pás carregadeiras e 15 escavadeiras, além de 20 caçambas.

Para a recuperação das estradas vicinais das cidades, Rui solicitou que sejam realizados convênios com as prefeituras.


“Temos que dar trafegabilidade às pessoas dos municípios atingidos”, afirmou.

Já são 61 pontos críticos de estradas monitorados pela Secretaria de infraestrutura (Seinfra). A estimativa é de que seja necessário um investimento superior a R$ 120 milhões apenas para a recuperação desses pontos críticos.

O secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, afirmou que o Governo do Estado vem atuando em dois grandes períodos de chuvas, um no início de dezembro e outro próximo ao Natal, que se estende até hoje no Oeste da Bahia.


“Já reestabelecemos o tráfego em praticamente todas as estradas principais, com passagens provisórias ou desvios de rodovias. Estamos contratando a recuperação da estrada de Itamaraju a Prado, onde devem ser investidos mais de R$ 12 milhões”.

Durante o encontro, o governador solicitou ainda que cada prefeito levante três prioridades para recuperação de estruturas nos municípios. Ele pediu também a busca alternativas para oferecer combustível por um valor mais acessível a esses locais.


“Esta ajuda imediata de combustível será realizada através de um plano de trabalho. E as estradas a serem recuperadas estarão vinculadas à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), porque identificar essas estradas é fundamental para o escoamento da produção e a recuperação econômica desses municípios”, destacou Rui.

O secretário Marcus Cavalcanti explicou que o programa de recuperação para as estradas está sendo elaborado junto com a SDR e vai ser específico para as rotas produtivas. “São as estradas por onde são escoadas as produções agrícolas, de leite, e os municípios precisam receber esse apoio o mais rápido possível para se restabelecer o fluxo de mercadorias”.

Desenbahia


Santa Inês, Itapetinga, Itabuna e Ipiaú são alguns dos municípios que, a exemplo do que ocorreu em Medeiros Neto, terão um posto avançado de apoio da Desenbahia. Até o momento, 430 empreendedores já manifestaram interesse no financiamento e 148 contratos já foram firmados com a agência. O secretário da Casa Civil, Carlos Mello, afirmou que os moradores estão sendo isentados de taxas de emissão de laudos das perdas.


“Isso vai possibilitar a emissão de crédito com mais velocidade. Para isso, a Desenbahia está ampliando sua estrutura para atender os comerciantes e empresários que foram atingidos pelas cheias”.

SAC Móvel

Três carretas do SAC Móvel visitarão os municípios atingidos pelas chuvas, para que os moradores possam obter gratuitamente os documentos perdidos nas enchentes. As carretas já estiveram nos municípios do Extremo Sul da Bahia, em Medeiros Neto, Itamaraju e Prado; agora, irão atender a população de Itambé, Dário Meira e Ubaíra. No SAC podem ser emitidos o RG, o CPF, antecedentes criminais e outros documentos.


“Com as novas rotas do SAC Móvel que estão sendo criadas, será possível recompor a documentação dos atingidos pelas cheias”, finalizou Carlos Mello.