Greve dos professores em Salvador chega ao sexto dia; 163 mil alunos estão sem aulas



A greve dos professores da rede municipal de Salvador chega ao sexto dia nesta terça-feira (24). A categoria exige reajuste salarial de 33, 24% para que que os vencimentos sejam equiparados ao piso nacional. Por sua vez, a prefeitura oferece 11,24% e diz que a correção eleva o salário médio para mais de R$ 8.300 por mês. Uma nova reunião está prevista entre a categoria e a gestão municipal.


A paralisação teve início na quinta-feira (19) e os trabalhadores disseram que, desde então, não houve negociação para tentativa de acordo entre as partes. Ao todo, cerca de 163 mil alunos estão sem aulas com a paralisação nas 429 escolas na rede municipal de ensino. Cerca de 7.600 atuam nas unidades.