Ministério da Saúde e Unifesp iniciam estudo para avaliar 3ª dose da Coronavac


Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde, em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), deve iniciar, na segunda-feira (16), um estudo inédito para avaliar a necessidade de uma terceira dose de vacinas para Covid-19 para quem tomou duas doses da CoronaVac.


Os voluntários que tomaram duas doses CoronaVac vão receber uma dose adicional de um outro imunizante ou do mesmo. O objetivo é descobrir qual a proteção quando se cruza os imunizantes na terceira dose.


Os pesquisadores vão estudar os 4 imunizantes aplicados no Brasil: AstraZeneca, Pfizer, CoronaVac e Janssen.