Monumentos de Salvador entram na campanha Agosto Lilás


Foto: Jefferson Peixoto/Secom


O Elevador Lacerda e o Farol da Barra, pontos turísticos de Salvador, estão iluminados com a cor lilás. A ação faz parte da campanha Agosto Lilás, que busca conscientizar sobre a prevenção e combate à violência doméstica contra a mulher. A iluminação especial ficará até o próximo sábado (14).


O mês coincide com a celebração dos 15 anos da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06). Desde o começo da pandemia, de acordo com o Datafolha, uma em cada quatro mulheres registraram ter sofrido algum tipo de violência. No total, 17 milhões de mulheres brasileiras foram agredidas entre junho de 2020 e maio de 2021.

Na capital baiana, o Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce (Camsid), na Ribeira, funciona 24h e atende até 30 mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, acompanhadas ou não de filhos com idade até 12 anos, para acolhimento institucional. A equipe multidisciplinar é formada por advogadas, assistentes sociais e psicólogas. O acesso à unidade acontece através de encaminhamento feito por uma rede de proteção que inclui a delegacia especial e demais equipamentos municipais.


No Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência Loreta Valadares (CRAMLV), situado nos Barris, e no Centro de Referência Especializado de Atendimento à Mulher Arlette Magalhães (Cream), em Cajazeiras, o atendimento está ocorrendo de maneira presencial, mediante agendamento por telefone. A marcação pode ser feita por meio dos telefones (71) 3235-4268 e (71) 3611-5305, respectivamente.


As denúncias também podem ser feitas através do Disque 180, telefone exclusivo de atendimento à mulher do Governo Federal. O número presta apoio e escuta mulheres em situação de qualquer tipo de violação ou violência de gênero.