BANNER WEB - 970x250px - EDUCAÇÃO QUE TRANSFORMA.png

Pesquisa Quaest: Levantamento aponta chance de vitória de Lula no 1º turno


Foto: Reprodução

Pesquisa da Genial Investimentos e Quaest Consultoria divulgada nesta quarta-feira (12) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando a corrida à Presidência e venceria em todos os cenários de segundo turno simulados.


No primeiro turno, Lula aparece com 45% das intenções de voto, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 23%, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), com 9%, o ex-governador Ciro Gomes (PDT), com 5%, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 3%, e a senadora Simone Tebet (MDB), com 1%. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), e Luiz Felipe D’Ávila (Novo) não pontuaram. Brancos e nulos são 8% e indecisos somam 4%. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

O levantamento ouviu 2.000 pessoas, com 16 anos ou mais, entre os dias 6 e 9 de janeiro. As entrevistas foram realizadas “face-a-face”, segundo a Genial Investimentos e a Quaest Consultoria.


Veja abaixo o cenário de 1º turno testado:


Lula (PT): 45%

Jair Bolsonaro (PL): 23%

Sergio Moro (Podemos): 9%

Ciro Gomes (PDT): 5%

João Doria (PSDB): 3%

Simone Tebet (MDB): 1%

Rodrigo Pacheco (PSD): 0%

Luiz Felipe D’Ávila (Novo): 0%

Branco/nulo/não vai votar: 8%

Indecisos: 4%



Segundo turno


Conforme o levantamento, Lula também vence todos os candidatos em um eventual segundo turno. Em todos os cenários testados, o petista tem vantagem de pelo menos 20 pontos percentuais.


Já Bolsonaro, além de perder para Lula, também seria derrotado por Moro e por Ciro.


Confira os cenários de segundo turno:


Lula (54%) x Jair Bolsonaro (30%)

Lula (50%) x Sergio Moro (30%)

Lula (52%) x Ciro Gomes (21%)

Lula (55%) x João Doria (15%)

Lula (57%) x Rodrigo Pacheco (14%)

Jair Bolsonaro (30%) x Sergio Moro (36%)

Jair Bolsonaro (32%) x Ciro (39%)



Rejeição


Outro cenário da pesquisa é o que mede a rejeição aos pré-candidatos. Nele, Bolsonaro aparece em primeiro lugar. O chefe do Executivo federal é seguido por Doria, tecnicamente empatado com Moro e Ciro.


Bolsonaro: 66%

Doria: 60%

Moro: 59%

Ciro: 58%

Lula: 43%

Pacheco: 37%

D´Ávila: 21%

Tebet: 19%


A reprovação do governo Bolsonaro manteve-se estável. A pesquisa anterior, divulgada em 8 de dezembro, apontava uma avaliação negativa de 50% do eleitorado. O número do levantamento de hoje é o mesmo.


A aprovação ficou dentro da margem de erro, passando de 21% para 22%. Os que consideram a gestão Bolsonaro como regular passaram de 26% para 25%.