Salvador terá capacidade de imunizar cerca de 70 mil pessoas por dia contra Covid-19, estima SMS

De acordo com estimativa fornecida pela Secretaria Municipal de Saúde, a capital baiana terá capacidade de fornecer à população cerca de 70 mil doses diárias de vacina contra a Covid-19. Ainda de acordo com a pasta, Salvador já conta com toda estratégia e a estrutura necessária para iniciar a vacinação.

“Essa estimativa foi abalizada tanto pela expectativa da população em geral em ter acesso às doses quanto no planejamento que já foi desenhado pelo município em estabelecer pontos estratégicos de imunização que facilitem o acesso e também favoreçam as medidas restritivas de distanciamento. Também existe a perspectiva de uma possível contratação de novos profissionais para atuação temporária e complementação das equipes de aplicação das doses na cidade”, destacou Doiane Lemos, subcoordenadora de Doenças Imunopeveníveis.

Para viabilizar de forma mais ágil a proteção dos soteropolitanos de maneira escalonada, foi elaborado um Plano Municipal de Imunização que define as etapas da mobilização, público eletivo prioritário e fluxo de acesso às doses através da rede SUS no município.

Para o armazenamento e distribuição das doses, a SMS já dispõe de quatro ultrafreezers de -86°C para o acondicionamento corretos das vacinas que precisam ser conservadas em baixíssima temperatura. Além disso, a pasta vai lançar um registro de compra para a aquisição de outros quatro ultrafreezers, como medida para acelerar a vacinação.

Com a estrutura atual, a rede de saúde de Salvador tem capacidade de armazenar até 160 mil doses em temperatura abaixo de -75°C de uma só vez. Para as vacinas contra COVID dos laboratórios que não demandam armazenamento em baixa temperatura, a rede municipal já dispõe de infraestrutura através de câmaras e freezers científicos para acondicionamento e distribuição para a estratégia de imunização.